Como a vulnerabilidade de segurança da informação impacta a imagem da sua empresa?

vulnerabilidade de segurança da informação

Dados são os maiores patrimônios de muitas empresas, e minimizar a vulnerabilidade de Segurança da Informação não é uma tarefa simples como se imagina.

Para se obter um nível aceitável de segurança, não basta reunir um conjunto de ferramentas de software e implementá-las. Os resultados tornam-se mais eficazes quando sua utilização está dentro do Plano de Segurança e da Política de Segurança da Informação elaborado em conjunto com todos os níveis hierárquicos da organização. Desta forma torna-se mais fácil tornar dados críticos para o negócio seguros e reduzir o nível de vulnerabilidade de segurança da informação.

É sabido que isso não assegura 100% de proteção contra todas as ameaças – que a cada dia estão se tornando mais difíceis de detectar e solucionar – mas a definição das expectativas da Organização, com relação ao comportamento e os procedimentos necessários no manuseio de seus bens e ativos, deverá estar mais do que nunca enraizados na cultura da empresa, pois a segurança não é só uma questão técnica, mas sim de política e educação corporativa.

Atualmente, com os avanços tecnológicos, muitas empresas levam a segurança da informação bem a sério, a ponto de ter uma estratégia de negócios voltada para este determinado fim, e apresentando como um diferencial competitivo que as mantém a frente da concorrência. Mas além disso, elas prezam pela segurança da informação para evitar os impactos causados pelas vulnerabilidades que surgem constantemente, e alguns impactos, mesmo que sejam minimizados, não podem ser controlados.

Quando ocorre uma ameaça a vulnerabilidade e o vazamento dos dados é algo inevitável, a empresa, se tiver um plano de ação permeado em sua Política de Segurança da Informação, apurará os fatos numa análise minuciosa, e conseguirá identificar e resolver a causa-raiz desse vazamento de dados.

Além disso, fará parte do plano a comunicação por meio de notas sobre o caso e alerta aos clientes, usuários e demais stakeholders afetados. Esses aspectos tangíveis são, de fato, mensuráveis para a empresa, que poderá e/ou deverá tomar medidas de detecção, de correção e de prevenção para que mais falhas como essa não ocorram novamente.

Mas, e os impactos pós-vulnerabilidade de segurança da informação?

Mesmo que a empresa tenha um plano de ação estruturado para estas eventualidades, os impactos são sentidos à médio e longo prazo. A imagem da empresa, acaba sendo prejudicada perante seus clientes e stakeholders, tornando-se um referencial negativo por conta do acontecimento. A indisponibilidade de algum serviço por conta da correção da vulnerabilidade que foi detectada, por exemplo, pode gerar uma perca de clientes e interessados no negócio, provocando a migração para empresas concorrentes e que ofereçam produtos ou serviços substitutos, impactado sua participação no mercado de seu setor.

Além disso, o mercado acaba se tornando um pouco mais inacessível para a empresa, afinal, os clientes em suas tomadas de decisão, se levarem em conta o diferencial da segurança da informação para fechar negócio, com certeza optarão por uma empresa que cuide melhor de suas informações e que não tenham históricos de vazamentos ou problemas com os dados críticos de negócio. Neste caso, a perca da confiabilidade do cliente acaba impactando diretamente a questão financeira do negócio, que terá que desenvolver uma estratégia de contenção, retenção e captação de clientes.

Estes aspectos são intangíveis para a empresa e infelizmente, não há como controlar a migração de clientes para a concorrência por conta da imagem prejudicada pelo vazamento de dados, e nem evitar que a organização acabe se tornando um referencial negativo no mercado, restando apenas aplicar melhorias na segurança da informação e rever as políticas vigentes em busca de melhorias.

O foco da segurança da informação, atualmente, está nas pessoas. As Políticas de Segurança da Informação passaram a ser mais acessíveis para os mais diversos níveis hierárquicos e aos stakeholders, a fim de que tenha melhor aderência e consiga minimizar a vulnerabilidade de segurança da informação e incidentes causados por falhas humanas.

Empresas estão investindo numa educação corporativa abrangente, na qual todos os colaboradores se conscientizem dessa necessidade e que o cumprimento dessa política traz retornos positivos para a imagem da empresa e ao colaborador, incorporando à cultura empresarial vigente.

E não somente isso, as empresas estão investindo em sistemas com melhores criptografias, melhores controles de acesso, adotando práticas novas como o BYOD (Bring Your Own Device – “traga seu próprio dispositivo” em inglês, onde o usuário utiliza seu dispositivo pessoal em ambiente corporativo e controlando o nível de acesso às informações por hierarquia), direcionando assim, a informação apenas ao público específico interessado e autorizado a ter a mesma.

Podemos perceber que a segurança da informação deixou de ser apenas um opcional e se tornou algo indispensável para as empresas e até diferencial competitivo, pois impacta diretamente sua relação com os clientes e com o mercado em geral, merecendo uma atenção adicional para que os seus dados e informações críticas de negócio permaneçam seguros e longe de mãos erradas.


QuVulnerabilidade de Segurança da Informaçãoais práticas a sua empresa desenvolve para proteger os dados e minimizar a vulnerabilidade de segurança da informação? A AllEasy pode ajudar você oferecendo uma Consultoria de Análise de Vulnerabilidades de Segurança de TI, que tem o objetivo de auxiliar a sua empresa a reduzir riscos relacionados a incidentes de segurança na rede interna ou na externa, detectando possíveis falhas e corrigindo-as para garantir que sua rede alcance um nível de segurança adequada. Conte com a AllEasy.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *