12 passos para garantir a segurança da informação na sua empresa!

garantir a segurança da informação

Investir em segurança da informação vale a pena? Descubra a resposta e aprenda 12 etapas para garantir a segurança da informação em sua empresa!

O objetivo de qualquer gestor de TI é garantir a segurança da informação na empresa. Apesar da importância e dos esforços já realizados nessa área, nem sempre a segurança se encontra no nível ideal.

Frequentemente, os negócios se encontram frente a um dilema: quanto vale a pena investir em segurança? Será que garantir a segurança da informação é custo ou investimento? Para discutir este e outros pontos, preparamos este texto. Continue lendo para entender mais e ainda aprender 12 etapas para garantir a segurança da informação da sua empresa!

Cenário de segurança da informação

A informatização das empresas veio acompanhada de uma nova área: a segurança da informação. Atualmente, é praticamente impossível que os negócios se desenvolvam sem pensar nisso. Algumas estatísticas mostram a importância do assunto:

  • Previsões indicam que crimes ligados à segurança da informação podem gerar perdas mundiais de 6 trilhões de dólares por ano até 2021;
  • O Gartner prevê que os gastos mundiais em segurança atingirão 96 bilhões de dólares em 2018, com alta de 8% em relação a 2017;
  • A Microsoft detectou entre 180 e 200 milhões de e-mails de phishing a cada mês, no período de novembro de 2017 a janeiro de 2018;
  • Segundo a IDC, até 2020, mais de 80% das empresas em todo o mundo investirão em retentores de resposta a incidentes.

Ou seja, o número de ameaças é grande e os investimentos devem crescer.

Mas, afinal, quanto vale a pena investir em segurança?

Segurança da Informação é investimento ou custo?

Como vimos, a previsão é que os ataques gerem trilhões de dólares por ano em prejuízos. De fato, eles já geraram 280 bilhões de dólares de prejuízo para empresas entre 2015 e 2016. Entre as consequências dos ataques, estão a perda de reputação, o tempo de gestão, perda de competitividade e outras.

Ao contrário, quando a segurança da informação é bem executada, garante-se que os dados só sejam vistos por quem deveria, que eles sejam entregues corretamente e que fiquem disponíveis no momento necessário. Portanto, esse é um investimento necessário para empresas de todos os portes.

12 etapas para garantir a segurança da informação em sua empresa

Se a organização ainda não tem nenhuma política para garantir a segurança da informação, é bom começar do básico e evoluir gradativamente. Na visão da AllEasy, isso pode ser feito em 12 etapas. Confira!

1. Política de segurança da informação

Antes de mais nada, defina uma política de segurança da informação e divulgue-a para a empresa. Todos os funcionários devem entender os procedimentos permitidos, ações proibidas, medidas de segurança e assim por diante.

2. Uso de senhas pessoais

Todos os usuários devem ter uma senha de acesso única, com um nível de complexidade adequado (caracteres especiais, letras maiúsculas e minúsculas etc.) e com prazo de expiração. Lembre-se sempre que essa senha dará acesso a toda a sua infraestrutura e deve ser segura o suficiente.

3. Backup

Dependendo do orçamento disponível e da necessidade do negócio, podem ser usadas soluções mais ou menos complexas. O importante é ter uma ferramenta de backup para garantir cópias de segurança dos arquivos e dados da empresa.

4. Proteção de endpoints

A proteção de endpoints envolve softwares para prevenir contra vírus, malwares, phishing, ransomwares e outras ameaças. Além de adquirir os produtos de segurança, não se esqueça de utilizar sempre a versão atualizadas deles.

5. Segurança de e-mails

Muitas ameaças, como o phishing, chegam aos dispositivos através do e-mail. Por isso, conte também com uma ferramenta de segurança de e-mail para filtrar e reduzir esses riscos.

6. Segurança de perímetro

Quando seus endpoints e e-mails estiverem protegidos, é hora de pensar na segurança de perímetro. Tome ações para separar a rede corporativa do ambiente externo, por exemplo, com um firewall e para segregar o tráfego dentro da sua infraestrutura.

7. Segurança BYOD

É cada vez mais comum que os funcionários utilizem dispositivos pessoais dentro da empresa, seja apenas para acessar a internet ou para trabalhar, uma prática chamada de BYOD (Bring Your Own Device). Já existem produtos para ajudar a separar os arquivos pessoais dos arquivos da empresa, permitir a limpeza dos dados corporativos remotamente, entre outras.

8. Proteção contra tentativas de ataques (IDS/IPS)

A próxima fase para garantir a segurança da informação é a proteção contra tentativas de ataque específicas. Estude a possibilidade de implementar um IDS (Intrusion Detection System) ou IPS (Intrusion Prevention System).

9. Classificação de informação

A informação pode ser classifica de várias formas, por exemplo, dividida em pública, interna e confidencial. Escolha um padrão e faça essa classificação para entender quais informações precisam ser protegidas contra vazamentos.

10. Criptografia de dados

Pastas, arquivos e até mesmo um equipamento inteiro, como um notebook, podem ser criptografados para evitar acesso não autorizado. Especialmente equipamentos que são deslocados frequentemente merecem atenção nesse sentido.

11. Proteção Contra Vazamento de Informações

Soluções de Data Loss Prevention (DLP) podem ser usados para proteger sua empresa contra o vazamento de dados. Por exemplo, existem produtos para impedir que documentos confidenciais sejam impressos sem autorização ou que seja extraída uma imagem da tela quando determinado documento estiver aberto.

12. SIEM

Por fim, o SIEM (Security Information and Event Management) é uma solução que faz a correlação dos logs gerados em todos os produtos de segurança. Assim, é possível acompanhar tudo que está acontecendo em termos de segurança, aumentar as detecções e criar contramedidas com um tempo de resposta baixo.

Para encerrar, frisamos que garantir a segurança da informação é uma tarefa que não se encerra. Essas 12 etapas levarão sua empresa a um excelente nível de segurança, mas não se esqueça de que é necessário se atualizar sempre para melhorar constantemente.

Gostou das dicas? Aproveite para compartilhar o texto nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a garantir a segurança da informação!

 

Compartilhe

One thought on “12 passos para garantir a segurança da informação na sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *