Segurança Home Office: a sua empresa está preparada?

segurança home office

Trabalho remoto, escritório em casa, Home Office… vários nomes para a mesma coisa: trabalhar de onde quiser e puder, sem precisar se locomover até o endereço fixo da empresa e utilizar a mesma estação de trabalho todos os dias.

Essa rotina, que antes parecia possível apenas para os mais aventureiros, já é realidade para muita gente e, inclusive, vários negócios já enxergam vantagens nesse modelo. Se, por um lado, essa opção traz flexibilidade, por outro lado ela também traz preocupações: como por exemplo, como fica a segurança da informação para quem trabalha no modelo de Home Office?

Será que a sua empresa está preparada para embarcar nessa nova era e nessa nova tendência? Continue lendo o artigo e entenda mais sobre o assunto!

Home Office como tendência do mercado

Tanto os profissionais que atuam de forma autônoma, os famosos freelancers, quanto profissionais que têm contratos regulares de trabalho podem atuar nesse modelo. A reforma trabalhista, aprovada em 2017, regulamentou o trabalho Home Office e acabou facilitando e incentivando a adoção do modelo.

Para os colaboradores, o Home Office oferece diversos benefícios como flexibilidade de horário, economia de tempo com deslocamentos e melhor equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

Para as empresas, permitir que os funcionários trabalhem remotamente pode reduzir gastos com energia, alimentação e até mesmo com infraestrutura e espaço físico. Apesar das vantagens, esse modelo também traz novos desafios e riscos.

Os riscos do Home Office para empresas e funcionários

Para os colaboradores, existe o risco de que a vida profissional e a vida pessoal acabem se misturando. Pode ser difícil conseguir se concentrar no trabalho quando há outras pessoas em casa. Ao mesmo tempo, pode-se perder o controle das horas e acabar trabalhando demais e perdendo a grande vantagem do trabalho em casa, que é justamente ter mais tempo para si mesmo.

Outra preocupação é com acidentes e doenças ocupacionais. A reforma trabalhista estabelece que a empresa é obrigada a orientar os trabalhadores sobre medidas de prevenção de acidentes e doenças ligadas ao trabalho.

Já para as empresas, a grande preocupação é a segurança home office. Se o colaborador leva seu laptop com todas os dados corporativos, os softwares e ferramentas da empresa, como garantir que as informações estarão seguras? O melhor caminho, como sempre, é a prevenção.

Prevenção é o melhor caminho para evitar ataques cibernéticos

Prevenir é sempre melhor do que remediar, quando se trata de segurança da informação. Veja alguns passos para que você consiga implementar uma política de Home Office para os colaboradores da sua empresa que trabalham nesse modelo.

Política de segurança forte

Como está a política de segurança na sua empresa? Ela foi elaborada e divulgada? Todos têm conhecimento sobre regras, boas práticas, permissões, proibições e possíveis consequências de atos maliciosos? Se não, é hora de mudar esse cenário.

A política de segurança deve ser muito clara para todos os colaboradores de maneira que nenhum incidente ocorra porque alguém não sabia que essa ou aquela atitude não era permitida.

Disponibilize, proteja e monitores dispositivos corporativos

Se os seus dispositivos corporativos vão sair da empresa, a segurança precisa ser redobrada. Proteção de endpoints e Mobile Device Management (MDM) são exemplos de soluções que podem ser usadas, e são extremamente recomendadas. É essencial que a empresa tenha controle total sobre tudo que é feito nos dispositivos corporativos.

VPN para conexões seguras

Uma rede do tipo VPN (Virtual Private Network) permitirá que o usuário se conecte à rede da empresa através da internet de forma segura.  O acesso geralmente é feito por meio de um software, e o usuário precisa fazer o login como ele faria se tivesse na empresa. Se necessário, pode-se estabelecer, ainda, uma autenticação de dois fatores.

Feito o acesso, é criado um canal de comunicação criptografado. Assim, o colaborador pode trabalhar em Home Office com todas as medidas de segurança adotadas na infraestrutura da empresa.

Monitoramento e tráfego de rede

Uma vez que a empresa vai permitir que dispositivos acessem a sua rede vindos de fora da organização, a segurança de perímetro deve ser reforçada. É importante monitorar o tráfego para checar a localização dos dispositivos que tentam se conectar e identificar se não existem atividades maliciosas. Por exemplo, tentativas seguidas de login que resultam em falha podem ser sinal de tentativa de invasão.

Educação de colaboradores

Outro ponto fundamental em qualquer medida de segurança da informação é a conscientização dos colaboradores. Já falamos sobre esse tema em outras oportunidades e voltamos a dizer: usuários mal informados são uma porta de entrada de ameaças.

Por isso, conscientize a sua equipe sobre as ameaças de segurança da informação e como se proteger delas, tanto trabalhando dentro da empresa como no modelo Home Office.

Precisa de ajuda com a segurança Home Office? Procure uma consultoria especializada!

E se você pretende dar início ao modelo de Home Office ou se já fez isso, mas não tem certeza se a sua empresa está preparada, não hesite em procurar uma consultoria especializada. Segurança da informação é assunto sério e, com as medidas certas, o negócio pode adotar o Home Office e aproveitar os benefícios dele!

Quer aumentar a segurança da informação no Home Office e em outros assuntos da sua empresa? Entre em contato agora mesmo com o nosso time e descubra como isso é possível!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *