Vou migrar para o Office 365: meus e-mails estarão seguros?

Office 365

Já faz tempo que soluções em nuvem deixaram de ser tendências para se tornarem parte da realidade de muitas empresas.

Contudo, devido ao aumento da incidência de ameaças e ataques cibernéticos, as preocupações com Segurança da Informação ainda são o motivo pelo qual muitas empresas optam por não migrarem a sua infraestrutura e seus dados para um ambiente cloud computing.

O mercado, que é altamente competitivo, exige negócios altamente disponíveis e que funcionem a todo vapor, condicionando as empresas à adoção de soluções cloud, como o Office 365 da Microsoft.

O objetivo desta adoção é estimular e garantir maior colaboração e produtividade, a continuidade dos negócios, o relacionamento com os públicos de interesse e, acima de tudo, otimização dos investimentos em Tecnologia da Informação.

Mas, como confiar a infraestrutura de TI e os dados da sua empresa a um serviço em nuvem, como o Microsoft Office 365. Será que o Office 365 é seguro?

Este é um questionamento comum entre os líderes de TI, e para ajudar a responder essa pergunta, avaliamos as principais preocupações em relação ao serviço. Acompanhe conosco e descubra como garantir máxima segurança ao mesmo tempo que aproveita dos benefícios da nuvem!

As preocupações de segurança com a nuvem são válidas?

Sim, as preocupações de segurança da informação em torno da nuvem são válidas. Afinal, os dados são a força vital de uma empresa e como gerente de TI você tem a tarefa de proteger as informações corporativas — por isso é compreensível que hesite em confiar esses dados a um “serviço terceiro”.

Contudo, a nuvem foi criada como uma forma de melhorar a infraestrutura da empresa, e isso inclui o quesito segurança. Portanto, ela pode ser sim mais segura — e é sem dúvidas mais eficiente — do que ter sua própria estrutura interna, mas é preciso fazer umas ressalvas.

Primeiro, a segurança da nuvem, e dos seus serviços como o Microsoft Office 365, deve ser pensada em duas pontas. A primeira é a que está ligada à empresa que fornece o serviço, afinal, ela tem que garantir que os dados armazenados na cloud serão tratados com a seriedade que se espera.

No caso do Office 365, o provedor é a gigante Microsoft. A empresa garante que não há acesso permanente aos dados, se armazenados no Microsoft Cloud. A Microsoft controla o acesso por meio de auditoria, processos de aprovação e acesso baseado em funções. Além disso, ela usa tecnologias que criptografam os dados em repouso e em trânsito.

Por onde os ataques chegam à empresa?

A outra ponta está do seu lado, na empresa: o usuário do sistema. Enquanto a Microsoft é uma empresa reconhecida globalmente, que ganhou confiabilidade ao longo dos anos, quem usa a nuvem para transmitir, armazenar ou receber dados sigilosos da sua empresa pode ser o elo fraco da sua corrente.

E isso não é achismo, é fato: segundo dados da Proofpoint, empresa especialista em segurança da informação, 93% dos ataques cibernéticos visam os usuários.

Os criminosos vão atrás de pessoas com acesso a dados e recursos críticos. Eles aproveitam a engenharia social para criar e-mails de phishing e fraude altamente direcionados. Eles também podem comprometer as credenciais usando ataques de força bruta.

Contas comprometidas são ainda mais devastadoras em um mundo de compartilhamento de arquivos online e armazenamento de dados em nuvem. Além disso, as credenciais comprometidas podem ser usadas para enganar funcionários e parceiros e iniciar ataques internos de phishing.

O que fazer para aumentar a segurança do Office 365?

Enquanto a Microsoft está cuidando dos seus dados na outra ponta, continuando a investir na proteção de sua infraestrutura, os cibercriminosos estão explorando as pessoas como a maneira favorita de burlar recursos de segurança.

E o caminho é óbvio: o e-mail é a maneira mais certeira de alcançar quase todas as pessoas em todas as organizações ao redor do mundo. Por isso, contar com mecanismos de segurança adicionais na hora de migrar seus e-mails para o Office 365 é fundamental.

Essas soluções protegerão contra ameaças avançadas e ataques direcionados contra os usuários, permitindo que você tenha dados sobre ameaças para identificar esses ataques e ajudando suas equipes de segurança a orquestrar respostas rápidas de contenção.

Além disso, você ganha eficácia e garante a disponibilidade do serviço de e-mail, colocando o controle de volta nas mãos da sua TI.

A segurança dos dados é uma preocupação principal para gerentes de TI e não poderia ser diferente. Contudo, com os sistemas certos no lugar, é possível aproveitar da eficiência da nuvem ao mesmo tempo que garante máxima proteção às informações da empresa.

E você, está migrando os dados da sua empresa para o Microsoft Office 365? Pensa em migrar? Comente abaixo e compartilhe suas dúvidas e experiências conosco

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *