Data Loss Prevention – DLP: previna a sua empresa contra perda de dados

Data Loss Prevention

O Data Loss Prevention auxilia no controle dados corporativos e minimiza as chances de perdas e vazamentos. Veja se a sua empresa precisa de um DLP!

Nem precisamos citar os perigos que a perda de dados representa para qualquer empresa. Evitar o vazamento de informações é uma preocupação de todo empreendedor e todo gestor de TI. Para não ter problemas nesse sentido, adotar um Data Loss Prevention (DLP) é a solução ideal.

Em tradução livre, o termo significa prevenção contra perda de dados e envolve o monitoramento de atividades que possam indicar vazamento de informações na empresa. Se você ainda não conhece, chegou a hora de aprender mais sobre o Data Loss Prevention. Continue lendo esse artigo.

Data Loss Prevention: conceito e aplicação

Um DLP é um sistema usado para reduzir o risco de vazamento de informações e perda de dados causados com ou sem intenção. Ele pode ser aplicado por qualquer empresa que deseja manter suas informações seguras. Ou seja, todo tipo de negócio pode e deve pensar em um sistema DLP – Data Loss Protection.

Funcionamento do DLP

O DLP funciona monitorando comunicações diversas, acessos e movimentações de arquivos para detectar atividades suspeitas. Por exemplo, ele pode impedir o uso de mídias externas (pendrives) nos computadores da empresa ou bloquear o acesso a nuvens de uso pessoal, como Dropbox, One Drive  ou Google Drive. Veja alguns exemplos de funções do DLP:

  • controle de quem acessa cada arquivo;
  • monitoramento sobre o uso dos dados corporativos, por exemplo, se foram copiados ou enviados por e-mail;
  • emissão de alertas para o gestor caso alguma atividade suspeita, como envio de dado por e-mail, seja detectada;
  • exibição de alertas ao usuário sobre a confidencialidade de determinada informação;
  • detecção de dados confidenciais enviados em formulários, captura de tela ou outras imagens.

Benefícios da prevenção de perda de dados para o negócio

O grande benefício é, obviamente, a diminuição do risco de perda de dados e informações. Todos os dados sensíveis estarão protegidos contra acessos e envios não autorizados, e os gestores das áreas serão avisados caso uma quebra de segurança aconteça.

Outro ponto positivo de ter uma solução DLP é que o processo é feito de forma automatizada e contínua, sem a necessidade de intervenção da equipe de TI. Ações involuntárias de usuários e tentativas conscientes de quebra de segurança podem ser automaticamente bloqueadas.

O DLP ainda oferece aos administradores do sistema uma visão completa de toda a comunicação em sua rede e permite a emissão de relatórios rapidamente. O resultado de tudo isso é uma detecção rápida das ameaças, ação praticamente imediata e, por fim, atendimento aos critérios de compliance e segurança da sua empresa.

Tipos de soluções DLP

Dependendo do alvo, as soluções de Data Loss Prevention – DLP, podem ser de dois tipos:

  1. Network Data Loss Prevention

Integrado aos pontos de saída de rede, o Network DLP monitora e relata todo o tráfego de dados. Essa solução fornece informações, por exemplo, sobre quem está acessando dados e para onde eles estão sendo direcionados.

  1. Host Data Loss Prevention

Instalado diretamente nos dispositivos, principalmente em computadores e laptops, o Host DLP se encarrega de impedir que dados sensíveis sejam transferidos das estações de trabalho para pendrives, CDs, aplicativos de compartilhamento e outras formas.

Implemente o Data Loss Prevention na sua empresa

Agora, vamos à prática: veja o que você precisa fazer para implementar um DLP na sua empresa.

Identificação pessoal

Todos os usuários da sua empresa devem ter uma identificação única e precisam ser orientados a não compartilhar as senhas com os colegas. Fazendo isso, você poderá estabelecer as permissões que cada funcionário precisa e, ainda, monitorar as atividades de cada um na rede.

Classificação da informação

O dono da informação é responsável pela classificação dela. O DLP por si só não consegue identificar quais dados precisam ser protegidos e monitorados. Cabe a cada área designar níveis de confidencialidade e informar ao administrador do sistema sobre os dados sensíveis.

Estratégia DLP

Além de saber quais dados são confidenciais, a empresa também precisa entender como eles estão sendo usados e quais são as necessidades de quem os acessa. É preciso encontrar um balanço entre a estratégia DLP e a garantia de que as atividades da empresa ocorrerão normalmente, isto é, sem ficarem restritas por falsos alarmes.

Sabendo das necessidades da empresa, é possível escolher a solução que mais se adequa ao seu cenário. A implementação da estratégia DLP pode seguir 5 etapas:

  1. Criação da política de prevenção de perda de dados e estabelecimento de critérios de segurança;
  2. Educação e conscientização dos usuários sobre os riscos da perda de dados, boas práticas e benefícios do DLP;
  3. Implementação do DLP;
  4. Monitoramento dos resultados obtidos e das falhas detectadas;
  5. Correção e implementação de melhorias.

Portanto, além de escolher e adquirir uma solução de Data Loss Prevention, você precisa tomar outras medidas para garantir a segurança da informação da sua empresa. Lembre-se sempre que o DLP não faz o trabalho sozinho: somente informações que são devidamente classificadas podem ser protegidas.

Se interessou pelo assunto? Aproveite para conhecer também os 12 passos que você precisa tomar para garantir a segurança da informação na sua empresa!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *