Criptografia de dados para empresas: o que você precisa saber?

Criptografia de dados

A criptografia de dados é usada para encobrir informações de forma que elas não sejam interceptadas e lidas por pessoas não autorizadas. Essa prática é usada há muitos séculos, muito antes da segurança da informação, como conhecemos, existir.

Por exemplo, imperadores romanos tinham um sistema para substituir as letras das palavras por letras correspondentes de acordo com uma lógica conhecida apenas por eles. Na segunda guerra mundial, a famosa máquina Enigma, utilizada pelo exército alemão, criptografava os comandos enviados e foi impossível de decifrar durante muito tempo.

Atualmente, a prática evoluiu para acompanhar a revolução digital e se tornou muito mais complexa. A criptografia de dados está em todos os lugares e é utilizada por empresas para dar mais segurança aos seus dados. Veja, a seguir, o que você precisa saber sobre a criptografa de dados para empresas!

O que é criptografia de dados?

A palavra tem origem grega e vem de “kryptós”, que significa escondido, e “gráphein”, que quer dizer escrita. Em tecnologia da informação, criptografia de dados é o ato de ocultar os dados para que não sejam lidos por pessoas não autorizadas.

As informações são transferidas para uma forma ilegível e só podem ser traduzidas de volta para sua forma normal por quem possuir a chave de decriptação. Empresas como Dropbox, Google e Facebook utilizam a criptografia amplamente. Um estudo de 2015 mostrou que, naquele ano, apenas 41% das empresas faziam uso desse recurso. Atualmente esse número é muito maior.

Como funciona?

A criptografia de dados pode funcionar na forma de chaves simétricas ou assimétricas. No primeiro tipo, a mesma chave é usada para codificar e para descodificar a informação. Esse é o tipo mais simples e possui muitas aplicações, mas também apresenta um risco: se alguém de fora obtiver a chave, essa pessoa poderá usá-la para interceptar todas as comunicações.

Já com as chaves assimétricas, são usadas duas sequências distintas para cada processo. A chave de codificação é pública e a chave de decodificação é privada. Esse é um tipo mais complexo e seguro.

Por que adotar a criptografia de dados em sua empresa?

Veja alguns dos benefícios procurados e alcançados por quem adota a criptografia de dados em uma empresa:

Prevenção contra os ataques e proteção de dados sigilosos

Casos famosos como o ransomware que atacou milhares de instituições em quase 100 países e os vazamentos de informações sigilosas pelo WikiLeaks são exemplos de como o roubo de dados afeta as organizações.

Apesar de nem todos os episódios se transformarem em grandes notícias mundiais, muitas empresas sofrem com ataques em que os seus dados e informações sobre funcionários ou clientes são roubados. Um levantamento mostrou que o roubo de dados cresceu 88% em 2017. A criptografia ajuda a prevenir esse tipo de ocorrência.

Segurança de aplicações em nuvem

Aplicações em nuvem são uma solução prática e trazem benefícios como redução de custos e escalabilidade ao negócio. A tendência de crescimento do cloud computing também traz crescimento da preocupação com segurança de dados na nuvem. Usar a criptografia de dados para aplicações em nuvem é uma forma de aumentar a segurança e minimizar riscos de violações.

Navegação e comunicação mais seguras

Sempre que dados são transferidos via internet, seja por e-mail, pelo smartphone ou usando outros softwares, elas estão sujeitas a ações maliciosas de criminosos. A criptografia de dados auxilia no aumento da segurança durante a navegação e durante o envio e recebimento de qualquer forma de comunicação digital.

Onde aplicar na sua empresa?

Mesmo conhecendo os benefícios e a importância de criptografar os dados da sua empresa, é necessário ter conhecimento do que exatamente se pode proteger. Confira:

Criptografia de dispositivos

Um dispositivo inteiro, como um laptop, um HD externo ou um smartphone pode ser criptografado. Esta prática é altamente recomendada para equipamentos que estão frequentemente em trânsito e correm o risco de serem furtados ou perdidos.

Proteção de arquivos

Arquivos, por exemplo, uma planilha do Excel, podem ser criptografados usando recursos do próprio programa ou um software específico para criptografia de dados.

Assinatura digital

A assinatura digital é uma forma eletrônica de assinatura que substitui uma assinatura de próprio punho. Ela utiliza criptografia e vincula um certificado digital ao documento em questão. Assim, existe a garantia de que o documento foi realmente assinado pelo suposto emissor, conferindo autenticidade e integridade à informação.

Criptografia de e-mails

Enviar e-mail é uma rotina para praticamente qualquer profissional. Da distribuição de tarefas ao envio de relatórios, os e-mails são parte fundamental da comunicação corporativa. A criptografia de e-mails serve para garantir que apenas o destinatário correto receba a informação.

Geralmente, as grandes fornecedoras de soluções de segurança possuem produtos e soluções que já contemplam módulos de criptografia de dados para as empresas.

Como vimos, a criptografia serve para proteger dados confidencias do próprio negócio e de todos os seus parceiros, fornecedores, clientes e colaboradores. O vazamento de dados é um risco real e pode expor o negócio a perdas financeiras e danos irrecuperáveis à sua imagem.

Portanto, não deixe de investir em criptografia de dados e soluções de segurança da informação. Aproveite, ainda, para continuar aprendendo sobre o assunto e leia o nosso material sobre controle de dados corporativos e veja 7 formas de elevar a segurança!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *